Imagine 14 km de praias de areia branca, delineadas por eucaliptos e mimosas, um mar de azul sublime, um sol generoso e magníficas paisagens. Saidia é uma cidade costeira e estância balnear localizada em Marrocos, também conhecida  como a “Pérola Azul”. É um ótimo destino para quem adora praia e para quem procura descansar. Apresenta um clima ameno ao longo de quase todo o ano, com exceção do verão em que as temperaturas podem rondar os 30ºC e os 40ºC.

 

Documentação:

A apresentação de passaporte válido é obrigatória, incluindo para viagens de grupos organizados. 

 

Recomendações de Saúde para Saïdia: Para viajar uma grávida terá de completar um termo de responsabilidade que é facultado pelo Transportador ou Agente de Handling no momento do registo para embarque. Não é obrigatório um certificado médico para realizar a viagem até às 36 semanas de gravidez, no entanto, é aconselhável que a grávida se faça acompanhar por uma declaração médica atestando que está em condições para viajar. A partir das 36 semanas e até 7 dias antes da data prevista para o parto só poderá viajar se apresentar declaração médica emitida dentro dos 7 dias anteriores à data prevista da viagem (mencionando o número de semanas de gestação, a evolução da gravidez e a data prevista para o parto).

Tudo Incluído Spa Entretenimento Frente à praia Famílias
Be Live Collection Saidia
O Be LiveCollection Saïdia Hotel é um hotel 5 estrelas com tudo incluído e spa em Saïda Beach, no noroeste de Marrocos.

Quartos:
Todos os quartos são climatizados e dispõem de televisão por satélite. Os luxuosos quartos do Be Live Collection Saïdia têm uma varanda com vista para o mar. Um frigobar está incluído em cada quarto.
Ver Mais

Tudo Incluído Boa Localização Frente à praia Spa Famílias
Iberostar Saidia
O Iberostar Saïdia está na linha da frente do mar, para que desfrute de cada quilómetro de praia.

Quartos:
Os quartos climatizados do Iberostar apresentam uma varanda com vista para o jardim ou para o Mar de Alborão. Todos os quartos são espaçosos e estão equipados com televisão, telefone e mini-bar. Todos os quartos possuem área

Ver Mais

Tudo Incluído Entretenimento Clube Infantil Famílias
Oásis Saidia Palace & Blue Pearl
Localizado em Saïdia, a menos de 1 km da Praia de Saïdia, o Oasis Saidia Palace & Blue Pearl é um alojamento de 5 estrelas com regime tudo incluído.

Quartos:
O Hotel dispõe de 614 quartos: Vista Jardim Deluxe, Vista Golfe Deluxe, Vista Lateral Mar Deluxe, Vista Mar Deluxe, Suite Ambassador and Royal Suite. Os quartos e suites estão

Ver Mais

Informações Covid-19 e Procedimentos de entrada

Data de última atualização: 27 de Dezembro 2021

Até 31 de Janeiro 2022 os voos para o destino Marrocos estão suspensos. 

  1. TESTE: Obrigatório para passageiros com mais de 6 anos e o teste terá de estar impresso em inglês ou francês.
    1. Na ida: É necessário possuir teste PCR negativo máximo até 48h, não se aplica a crianças com idade inferior a 6 anos. 
    2. No regresso: É necessário possuir teste PCR negativo até 72h antes do voo ou teste Antigénio negativo 48h antes do voo ou Certificado digital Covid da UE. 
  2. QUARENTENA:  Não obrigatória. 
  3. OUTRAS OBRIGATORIEDADES: Têm a obrigatoriedade de preenchimento do formulário “Public health passenger form” antes da partida do voo.

 

Países da lista A: 

Inclui todos os países com indicadores positivos relativamente ao controlo da situação epidemiológica, em particular a propagação de variantes do vírus.

Os passageiros podem entrar em Marrocos se se apresentarem:

  1. Um certificado de vacinação completa válido a partir de duas semanas após a 2ª dose de uma vacina de duas doses, ou da dose única de uma vacina de toma unica, OU
  2. Um teste PCR com resultado negativo realizado no máximo 48h antes do embarque para Marrocos.

 

Países da lista B

inclui todos os países não abrangidos pelas medidas de saúde contidas na lista "A", e que estão a experimentar uma propagação de variantes ou a ausência de estatísticas precisas sobre a situação epidemiológica.

Os passageiros só podem entrar em Marrocos se : 

A) Passageiros totalmente vacinados:

Um certificado de vacinação completa, válido a partir de duas semanas após a 2ª dose de uma vacina de duas doses, ou da dose única de uma vacina de toma única.

E

um teste PCR negativo realizado há não mais de 48h antes do embarque para Marrocos.


B) Passageiros não totalmente vacinados:

a) passageiros não nacionais (e seus familiares: parceiros, ascendentes e descendentes) ou residentes:

- um teste PCR negativo realizado há não mais de 48h antes do embarque para Marrocos

prova de pagamento de uma reserva confirmada num dos hotéis definidos pelo governo, onde irão cumprir a quarentena de 10 dias. Ao 9º dia, será realizado um teste PCR

- uma declaração de honra aceitando as regras sanitárias em vigor em Marrocos (ver 29AGO2021 MORROCO SELF DECLARATION A)

 

b) passageiros nacionais (e seus familiares: parceiros, ascendentes e descendentes) ou residentes:

- um teste PCR negativo realizado há não mais de 48h antes do embarque para Marrocos,

- autoisolamento na sua residência durante 5 dias, realizando um teste antígeno ou PCR ao 5º dia

- uma declaração de honra aceitando as regras sanitárias em vigor em Marrocos (ver 29AGO2021 MORROCO SELF DECLARATION B)

 

A categorização dos países em lista A ou B pode ser confirmada em https://www.sante.gov.ma/pages/actualites.aspx?idactu=434

 

Vacinas aprovadas: AstraZeneca (Vaxzevria), Covishield, Janssen, Moderna, Pfizer-BioNTech (Comirnaty), Sinopharm, Sinovac e Sputnik.

 

** Teste Covid-19

Existe a possibilidade de fazer o teste via o nosso receptivo. O custo é 800 MAD por pessoa por teste (laboratório privado) sendo o local do teste no laboratório ou no hotel. 

O resultado é comunicado entre 48/72h 

O valor inclui: transferes hotel/laboratório/hotel ou custo do transporte para a equipa médica realizar o teste no hotel. 

O agendamento pode ser feito através da Soltrópico no acto da reserva.

Fontes de informação:

  1. Informação aos turistas
  2. Medidas de prevenção
  3. Recomendações para reabertura do turismo

 

Restrições para regresso a Portugal:  

Portugal está com restrições para todos os passageiros com idade igual ou superior a 12 anos, nacionais ou estrangeiros, que regressem de viagens com origem em países não-Schengen ou não pertencentes à UE, em que é obrigatório apresentar comprovativo de realização de teste laboratorial (RT-PCR) para rastreio da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores ao momento do embarque e, consequentemente, teste negativo à partida do ponto de regresso no check-in do voo ou na porta de embarque. ou um teste rápido de Antigénio,  realizado nas 48 horas anteriores ao embarque no 1º ponto de viagem ou o embarque ser-lhes-á recusado (incluindo cidadãos portugueses, residentes em Portugal e seus familiares).

Considera-se como teste PCR OU ANTIGÉNIO COVID-19 válido um exame efetuado por um laboratório certificado, contendo as seguintes informações:

  1. Identificação do passageiro;
  2. Identificação do laboratório em o teste foi realizado, com menção à respetiva certificação;
  3. Referência à utilização da metodologia;
  4. Data de realização do teste;
  5. Resultado do teste como “negativo” /” Não detetável”

 Os comprovativos de realização laboratorial de teste devem indicar, obrigatoriamente, o conjunto de dados normalizados acordados pelo Comité de Segurança da Saúde da União Europeia.

Apenas são admitidos os testes de antigénio (TRAg) que constem da lista comum de testes para despiste da doença COVID-19 no espaço comunitário (https://ec.europa.eu/health/sites/default/files/preparedness_response/docs/covid-19_rat_common-list_en.pdf).

 

CERTIFICADO DIGITAL COVID da UE

A partir de 1 de julho de 2021, é permitida a realização de viagens, por qualquer motivo, com destino a Portugal (continental e Ilhas) por viajantes que tenham de um Certificado Digital COVID.

São admitidos os seguintes certificados digitais COVID da UE:

a) Certificado de vacinação, que ateste o esquema vacinal completo do respetivo titular, com uma vacina contra a COVID -19. A vacinação é considerada completa 14 dias após:

  1. A dose única de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de uma dose, ou;
  2. A segunda dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses, ainda que tenham sido administradas doses de duas vacinas distinta, ou;
  3. primeira dose de uma vacina contra a COVID -19 com um esquema vacinal de duas doses por pessoas que recuperaram da doença, se estiver indicado no certificado de vacinação que o esquema de vacinação foi concluído após a administração de uma dose

b) Certificado de recuperação, que ateste que o titular recuperou de uma infeção por SARS-CoV -2, na sequência de um resultado positivo num teste TAAN realizado, há mais de 11 dias e menos de 180 dias

c) Certificado de teste TAAN realizado nas últimas 72h que antecedem o embarque no primeiro ponto da viagem OU teste antígeno realizado nas últimas 48h que antecedem o embarque no primeiro ponto de viagem

 

NOTAS:

  1. Os certificados podem ser apresentados de forma digital ou em papel
  2. Apresentação de Certificado Digital COVID da UE dispensa a realização de testes para despistagem da infeção por SARS -CoV -2 por motivos de viagem
  3. A apresentação de Certificado Digital COVID da UE de vacinação ou recuperação dispensa o cumprimento de quarentena ou isolamento por motivos de viagem.
  4. Os menores de 12 anos estão dispensados de apresentar um certificado digital COVID da UE ou um comprovativo de realização de teste para despistagem da infeção por SARS -CoV -2, relacionados com viagens.
  5. Os menores que viajem com um ou ambos os titulares das responsabilidades parentais, ou com outro acompanhante por eles responsável, estão dispensados da realização de quarentena quando o(s) acompanhante(s) sejam detentores de um certificado de vacinação ou de recuperação válido aquando da entrada em território nacional.

De acordo com disposto pelo Governo Português na legislação em vigor, o tráfego aéreo com destino e a partir de Portugal continental está autorizado para os seguintes voos:

  1. De e para os países que integram a União Europeia e países associados ao Espaço Schengen (Liechtenstein, Noruega, Islândia e Suíça), Reino Unido, EUA e Canadá e Brasil.
  2. De e para países cuja situação epidemiológica esteja de acordo com a Recomendação (UE) 2020/912 do Conselho, de 30 de junho de 2020.
  3. De e para países que não integram a União Europeia ou que não sejam países associados ao Espaço Schengen exclusivamente por motivos essenciais* (exceto Reino Unido, EUA, Canadá e Brasil).
  4. Destinados a permitir o regresso aos respetivos países de cidadãos estrangeiros que se encontrem em Portugal continental, desde que tais voos sejam promovidos pelas autoridades competentes

* Motivos essenciais são viagens realizadas por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias.

O presente despacho produz efeitos a partir das 00h01 do dia 29 de Junho de 2021, podendo ser revisto em qualquer altura, em função da evolução da situação epidemiológica.

O Passenger Locator Card (PLC) ou Cartão de Localização de Passageiro é um documento previsto na legislação internacional, no contexto de proteção da saúde pública, designadamente no que respeita a doenças transmissíveis, permitindo efetuar o rastreio de contactos de pessoas que venham a apresentar resultados positivos de infeção, através de dados fornecidos pelos passageiros de transportes aéreos. Auxilie as autoridades de saúde pública portuguesas a localizar passageiros que possam ter sido expostos à COVID-19.

Todos os viajantes devem preencher um cartão localizador de passageiros após o check-in para o seu voo e antes de chegarem a Portugal. O QR Code gerado no preenchimento do PLF pode ser apresentado em papel ou meio digital.  

O formulário PLCe está disponível online através do portal “Clean & Safe” a consultar aqui.